Terça, 24 Agosto 2010 14:03

Liderança e Autoconhecimento

Avalie este item
(0 votos)

“Conhece-te a ti mesmo”

O autoconhecimento era o lema no qual Sócrates centrou todas suas especulações filosóficas, já em meados de 400 a.C. Tanto tempo depois, a consciência de si mesmo continua a ser o principal e, segundo Tales de Mileto (624 – 556 a.C), mais difícil desafio do ser humano. Isso porque o conhecimento de si mesmo nos remete as nossas limitações que, de um modo geral, não queremos admitir ou enfrentar. O autoconhecimento é absolutamente necessário para o desenvolvimento humano e especialmente para o aspecto da liderança.


Quando não nos conhecemos profundamente, não sabemos medir o tamanho de nossa capacidade de agir, mudar e transformar. Por isso que o sentimento de autoconfiança, e todas as conquistas que dele provém, está intimamente ligado ao autoconhecimento, pois quem não olha para dentro si, inconscientemente se acomoda pois sempre classifica como impossível conquistar aquilo que deseja para si.

No entanto, muitas dessas limitações pessoais que colocamos como impeditivo para nossas realizações são originadas de um período em que nem sequer temos consciência crítica, mas que é definidor de boa parte de nossa futura personalidade. Quer queiramos, ou não, as heranças comportamentais da fase adulta estão ligadas ao período intra-uterino e aos sete primeiros anos de vida (período de modelagem) de uma criança. O que absorvemos de descargas emocionais de nossa mãe, por exemplo, simplesmente irá ditar muitas dessas regras comportamentais, que depois temos a necessidade de identificá-las para que consigamos superar nossas limitações.

Durante os sete anos após o nascimento, a criança absorve tudo que provém dos pais sem qualquer questionamento. Depois dessa fase, nenhuma mudança é possível sem partir do desejo pessoal. Identificar e trabalhar essas limitações psicológicas impeditivas, que Napoleon Hill denominava de herança social, é o caminho para gerar as mudanças comportamentais necessárias para o progresso e liderança na vida pessoal e profissional de qualquer pessoa. Todas as vezes que você identifica as causas de algum problema emocional, você é capaz de modificá-lo.
E é aí que entra o desafio do autoconhecimento que permitirá melhorar sua capacidade de comunicação para atuar na origem daquela limitação enraizada em sua personalidade. Para isso, é essencial voltar para si perguntas que gerem meditações importantes, como: O quê me traz este comportamento? Qual a origem destas minhas emoções? O quê me impede de ser diferente? E por aí vai... O importante é lembrar-se de evitar perguntas que remetam aos “Porquês” de determinado comportamento, pois nesse patamar entraríamos em crenças e encontraríamos apenas justificativas.

Consciente de seus valores, crenças e, principalmente, de sua herança social, que é aquilo que você aprendeu e absorveu de seus maiores líderes papai e mamãe, é possível identificar as razões de seu comportamento e, consequentemente, conquistar seguidores, que é uma das bases da atitude de liderança. Lembre-se, no entanto, que liderança não se impõe, ela provém de conhecimento. A confiança deriva de sua autoridade e autoridade se conquista com autoconhecimento.

Mural de recados da Família Silva!

MyMural - Mural de Recados

ALISSON GIOVANI NETTO

Analista de TI, de Itatiba/SP.

Bom dia pessoal, Quero deixar aqui me recado do quanto foi importante esse fim de semana de LT pra mim, ontem (domingo) começou uma ´operação desbloqueio´ em mim. Um grande 4 para todos e quem quiser fazer contatos seguem: e-mail e msn: alissonnetto@yahoo.com.br Facebook: Alisson Giovani Netto Twitter: [...]


Deixe agora o seu recado!

Empresas que hoje contam com colaboradores que passaram pelos nossos treinamentos.

Entre em contato

Endereço: Praça Dom Pedro II, 166, Sala 209/211 - Centro - 13330-080
Indaiatuba/SP - Brasil

Telefones:
SP - (19) 3894-4948

E-mail:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.