Pular para o conteúdo

Andragogia

Liderança, Publicado por Silvanews em 23/01/2018

“É a arte ou ciência de orientar adultos a aprender, segundo a definição creditada a Malcolm Knowles, na década de 1970”.

“Aquele que se basta corre o risco de não fazer falta” Layr Malta

Cárcere intelectual é o filtro mais nocivo às nossas atividades quando adultos experientes. Não importa a informação que chega aos nossos sentidos instantaneamente oferecemos uma devolutiva de nossa expertise e aí é que está o risco do momento presente, da era moderna, quando temos informação abundante e a tecnologia deixando facilmente ao nosso dispor o que quisermos ou precisarmos.

Essa tirada de Albert Einstein pode nos ajudar na libertação - “O que você pensa de mim é problema seu”

O que nos impede? Disciplina e humildade.  Não há expertise maior que não possa aproveitar um lance rápido e agregar à nossa experiência um detalhe que pode alterar tudo que sabemos. Seja na liderança, na administração, no relacionamento social, na motivação de equipes, no alerta sobre um possível problema, etc.

O hábito de protelar, deixar para depois, é o mais prejudicial comportamento humano e hoje, principalmente no mundo corporativo, o problema de maior dificuldade é motivar o adulto da sua necessidade de aprimorar ou agregar novas informações às suas experiências. O já sei, já passei por isso, já fiz cursos sobre esse assunto, já sou vivido nessas situações, privam o adulto de estar atento a um pequeno detalhe que poderia alterar toda sua experiência.

Talvez possa responder  “O QUE VOCÊ NÃO SABE QUE NÃO SABE?

Sou certificado como auditor líder da qualidade pela NEVILLE CLARKE da Inglaterra e o que mais aprendi foi que no aspecto qualidade o menor detalhe é que faz a diferença, não o conjunto. O conjunto é estético, o detalhe nos exige cada vez maior atenção para não passar despercebido. O mesmo acontece na informação.

Um case: Em visita a uma grande indústria um diretor me relatou um fato interessante. Disse ele, que andando no piso de fábrica percebeu a habilidade de um operador de uma máquina. Aproximou para ver mais de perto e foi abordado pelo trabalhador – Dr. esta máquina foi projetada para produzir esta peça, mas eu consigo fazer uma diferente, veja. – e mostrou o que foi capaz de fazer.  Reunindo os líderes do setor alertou-os. -Imagine esse operador aborrecido com um chefe. O que ele seria capaz de fazer? Provavelmente culpar a máquina pela produção errada.

No campo da andragogia é preciso despertar o expert para a necessidade de aprender a aprender, por isso aquela questão no final do parágrafo terceiro, de Richard Bandler, tem tudo a ver e está ali de propósito para gerar sua reflexão. No final dou minha posição e acredito que concordará. Contenha sua curiosidade e somente depois de sua reflexão leia a informação.

Lembro da ironia de um destacado palestrante sobre MBA quando brincando, coloca a sigla como representação de MUITO BOBO AGORA. O maior índice de dispensa de pessoas altamente envolvidas com conhecimento, segundo a revista VOCÊ S/A, está exatamente aí. Ao ser dispensado o executivo continua avançando em busca de conhecimento técnico na crença que isso foi o motivo da dispensa, chega-se perto de 80%, quando a causa principal está no comportamento e somente 20%acreditam nessa realidade.

Para um desenvolvimento de valor, principalmente num momento de altos riscos como os d`agora de nosso país, percebe-se nas pesquisas, buscas acentuadas nesses itens:

 

1)Qualidade de vida – saúde
2)Relacionamentos na Família, Mundo Corporativo e Social
3)Desenvolvimento humano em geral
4)Superação financeira – dinheiro
5)Conhecimento técnico

Se conhecimento você tem, e é facilmente localizado com o santo GOOGLE, habilidade você adquiriu, o que lhe falta é ATITUDE e para isso é absolutamente necessário treinamento constante.

Eu aconselho com frequência a leitura do livro de Robert Sutton, da Universidade STANFORD, publicado aqui no Brasil com o título “Chega de Babaquice” porque seus conceitos nos ajuda a meditar sobre o que temos feito com nossa expertise.

“O que você não sabe que não sabe” pode ser TUDO QUE VOCÊ PENSA QUE SABE. Se você não aprendeu a aprender, o seu conhecimento já pode estar vencido e você estar PENSANDO QUE SABE e não sabe que não sabe.

nano
Publicado por: Silvanews
Em: 23/01/2018

Comente o que achou sobre este artigo.

Você também pode gostar destes artigos

23/01/2018

O caminho para a excelência envolve inúmeras variáveis, muitas delas específicas à realidade de cada empresa e/ ou empreendedor, mas passa, inevitavelmente, pela humildade. Desse preceito, não há como fugir.

23/01/2018

Quando não nos conhecemos profundamente, não sabemos medir o tamanho de nossa capacidade de agir, mudar e transformar. Por isso que o sentimento de autoconfiança, e todas as conquistas que dele provém, está intimamente ligado ao autoconhecimento...

25/10/2017

Coaching com PNL é uma ferramenta que ajuda as pessoas a fazer aquilo que muitas vezes não querem fazer, para que possam alcançar os sonhos e objetivos que almejam e a se tornarem aquilo que desejam ser.

Iniciar conversa
Precisa de ajuda? Fale conosco
Solicite um atendimento personalizado
Powered by